NOSSA RÁDIO ESTÁ FASE BETA, NO MOMENTO SÓ 5 CANTORES, MAS VAMOS INSERIR MILHARS, SE DESEJA UM PLAYER PARA SEU SITE, FALE COMIGO!

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Enquete
O que achou do portal?
Ótimo!
Excelente!
Bom!
Rui!
Regular!
Incrível!
Espetacular!
Péssimo!
Ver Resultados

Rating: 2.6/5 (187 votos)

ONLINE
1

Sobre a Remi


Timor Leste

Repúblika Demokrátika Timór-Leste
República Democrática de Timor-Leste
Bandeira de Timor-Leste
Brasão de armas de Timor-Leste
Bandeira Brasão de armas
Lema: Unidade, Acção e Progresso
Hino nacional: Pátria
Menu
0:00
Gentílico: timorense (ou maubere)

Localização de Timor-Leste

Localização de Timor-Leste
Capital Díli
Cidade mais populosa Díli
Língua oficial Português e tétum
Governo República unitária semipresidencialista
 - Presidente Francisco Guterres
 - Primeiro-ministro Taur Matan Ruak
Independência de Portugal 
 - Data 28 de novembro de 1975 
 - Fim da ocupação da Indonésia 20 de maio de 2002 
Área  
 - Total 15 007 km² (154.º)
 Fronteira Indonésia
População  
 - Estimativa para 2017 1 291 358[1] hab. (157.º)
 - Censo 2015 1 167 242[2] hab. 
 - Urbana 27% dos hab. (153.º)
 - Densidade 75,3 hab./km² (100.º)
PIB (base PPC) Estimativa de 2014
 - Total US$ 8,364 mil milhões*[3] 
 - Per capita US$ 6 794[3] 
PIB (nominal) Estimativa de 2014
 - Total US$ 4,510 mil milhões*[3] 
 - Per capita US$ 3 663[3] 
IDH (2018) 0,626 (131.º) – médio[4]
Moeda Dólar americano (USD)
Fuso horário UTC +9h
Clima equatorial
Cód. Internet .tl
Cód. telef. +670
Website governamental www.timor-leste.gov.tl

Mapa de Timor-Leste

Timor-Leste, oficialmente República Democrática de Timor-Leste (em tétum: Timor Lorosa'e, oficialmente Repúblika Demokrátika Timór-Leste), é um dos países mais jovens do mundo, e ocupa a parte oriental da ilha de Timor, no Sudeste Asiático, além do exclave de Oe-Cusse Ambeno, na costa norte da parte ocidental de Timor, da ilha de Ataúro, a norte, e do ilhéu de Jaco, ao largo da ponta leste da ilha. As únicas fronteiras terrestres que o país tem ligam-no à Indonésia, a oeste da porção principal do território, e a leste, sul e oeste de Oe-Cusse Ambeno, mas tem também fronteira marítima com a Austrália, no Mar de Timor, a sul. Com 14 874 quilómetros quadrados de extensão territorial, Timor-Leste tem superfície equivalente às áreas dos distritos portugueses de Beja e Faro somadas, o que ainda é consideravelmente menor que o menor dos estados brasileiros, Sergipe. Sua capital é Díli, situada na costa norte.

A língua mais falada em Timor-Leste era o indonésio no tempo da ocupação indonésia, sendo hoje o tétum (mais falado na capital). O tétum e o português formam as duas línguas oficiais do país, enquanto o indonésio e a língua inglesa são consideradas línguas de trabalho pela atual constituição de Timor-Leste. Geograficamente, o país enquadra-se no chamado sudeste asiático, enquanto do ponto de vista biológico aproxima-se mais das ilhas vizinhas da Melanésia, o que o colocaria na Oceania e, por conseguinte, faria dele uma nação transcontinental.

O país foi colonizado pelo Império Português no século XVI e era conhecido como Timor Português até a descolonização do país. No final de 1975, Timor-Leste declarou sua independência, mas no final daquele ano foi invadido e ocupado pela Indonésia e foi anexado como a 27ª província do país no ano seguinte. Em 1999, após um ato de autodeterminação patrocinado pelas Nações Unidas, o governo indonésio deixou o controle do território e Timor-Leste tornou-se o primeiro novo Estado soberano do século XXI, em 20 de maio de 2002. Após a independência, o país tornou-se membro das Nações Unidas e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa. Em 2011, Timor-Leste anunciou a intenção de participar da Associação de Nações do Sudeste Asiático através da apresentação de uma carta de candidatura para se tornar o décimo primeiro membro do grupo.[5] É um dos dois únicos países predominantemente cristãos no sudeste da Ásia, sendo o outro as Filipinas.

Timor-Leste tem uma renda média inferior à da economia mundial,[6] sendo que 37,4% da população do país vive abaixo da linha de pobreza internacional, o que significa viver com menos de 1,25 dólar dos Estados Unidos por dia,[7] e cerca de 50% da população é analfabeta.[8] O país continua a sofrer os efeitos colaterais de uma luta de décadas pela independência contra a ocupação indonésia, que danificou severamente a infraestrutura do país e matou pelo menos cem mil pessoas. O país é classificado no 128º lugar no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). No entanto, teve o sexto maior crescimento percentual do produto interno bruto no mundo em 2013.[9]

Díli – Wikipédia, a enciclopédia livre

 

NOSSOS VISITANTES MUNDIAIS

 

Generated button

 

 

NÃO PERCA ESSA CHANCE COMPRE AQUI O CURSO

Ganhe dinheiro na internet clique aqui e comece a ganhar - Portal do Lincon